Obra de 430 mil euros para beneficiar acessos ao Monte de Faro

Obra de 430 mil euros para beneficiar acessos ao Monte de Faro

- in Local, Notícias
1049
0

O Município de Esposende acaba de lançar o concurso público para a beneficiação do acesso ao Monte de Faro, cujo valor estimado com IVA é de cerca de 430 mil euros e o prazo de execução é de 150 dias.

Esta obra reveste-se de uma grande importância, enquanto melhoramento dos acessos a residentes, mas também ao Monte de Faro, onde se pretende criar uma zona de lazer e miradouro.

Sendo um anseio antigo da população de Palmeira de Faro, representará um grande esforço financeiro por parte da autarquia, uma vez que não terá qualquer comparticipação.

“Num futuro próximo devemos ter reunidas as condições para criar um percurso que possa ligar os pontos de interesse paisagístico e natural situados na Arriba Fóssil, ou seja, Monte de Faro, São Lourenço, Senhora da Paz, Picotinho e Senhora da Guia”, sustenta Benjamim Pereira.

O caminho alvo da intervenção liga a Rua dos Cucos à zona das antenas, servindo diversos terrenos agrícolas e, sobretudo, florestais, para além de uma casa localizada ainda na base do monte.

O caminho existente, em terra batida e/ou “tout-venant”, apresenta alguma degradação, resultante das fortes chuvas que têm afetado a região e que provocam a erosão do piso. Apesar disso, a plataforma encontra-se estabilizada, pelo que a sua regularização sustentar-se-á no terreno existente, limitando as escavações às necessárias para a abertura e regularização da caixa para os pavimentos.

A intervenção proposta para o acesso ao Monte de Faro prevê a pavimentação do caminho, revestindo uma faixa de rodagem com cinco metros de largura, com tapete betuminoso. Deverão ainda ser construídas valetas ao longo da via, podendo desenvolver-se de um ou ambos os lados.

Nesta intervenção está contemplada uma zona para inversão de marcha, situada na proximidade das antenas, onde serão disponibilizados lugares de estacionamento, distribuídos paralelamente, mas tendo sempre a precaução em minimizar as alterações ao relevo.

O acesso à zona de miradouro passará a ser limitado à circulação pedonal, com proposta de regularização e revestimento em saibro.

A zona das antenas constitui um miradouro natural de onde é possível alcançar uma vista desimpedida sobre toda plataforma litoral desde a freguesia de Mar até à Póvoa de Varzim.

Esta obra é elucidativa da precaução que o Município de Esposende dispensa à melhoria das condições de vida da população, melhorando os acessos e conciliando essa vertente com a promoção do território, divulgando e alargando os espaços de visitação.

Lembre-se que Esposende dispõe de 13 trilhos da Rede de Percursos Pedestres, sete dos quais estão homologados, fazendo jus ao epíteto de terra amiga da Mobilidade Suave. Um exponencial aumento na busca e frequência deste tipo de recurso leva o Município de Esposende a dedicar mais meios para a manutenção e exequibilidade dos percursos.

Facebook Comments

Leave a Reply

 

Related Posts