Uma sindicância, ou uma auditoria externa independente à Câmara Municipal o desafio proposto pelo PS Esposende

Uma sindicância, ou uma auditoria externa independente à Câmara Municipal o desafio proposto pelo PS Esposende

- emNotícias, Política
30
0

Na sequência do Comunicado do PS Esposende sobre o chamado “Centro de Negócios”, o senhor presidente da Câmara prestou declarações ao Jornal “Diário do Minho”, e o PSD fez um comunicado respondendo ao PS.

No comunicado, o PSD demonstra-se obcecado com o presidente da Comissão Política do PS Esposende, a quem não perdem oportunidade para atacar pessoalmente, e tenta confundir os esposendenses negando o óbvio.

Assim, porque quem não deve não teme, e para esclarecer a utilização dos dinheiros públicos, e todos os factos relativos ao chamado “Centro de Negócios” de Esposende, desafiamos a Câmara Municipal a efetuar uma sindicância, ou uma auditoria externa independente, que esclareça:

-que terrenos foram comprados para o “Centro de Negócios”,
-a quem foram comprados,
-quando foram comprados
-quanto custaram,
-onde se localizam,
-que terrenos foram comprados para instalar o IPCA,
-a quem foram comprados,
-quanto custaram,
-onde se localizam,
-que prédios foram arrendados para o “Centro de Negócios”,
-a quem foram arrendados,
-os prédios foram arrendados na sua totalidade ou parte deles,
-onde se situam,
-que área dos mesmos foi arrendada,
-por quanto,
-quanto custaram as obras,
-quanto custaram os projetos,
-quem foram os seus autores,
-quanto foi pago em honorários,
-a quem foi pago,

Ou seja, sejam inventariados todos os factos e custos, diretos e indiretos relacionados com o chamado “Centro de Negócios”, que nas nossas contas ultrapassam já um milhão de euros.

No final dessa sindicância, ou auditoria externa, a ser efetuada por entidade independente, cá estaremos para ver quem fala verdade aos esposendenses.

O PS Esposende não tem medo da verdade, nem se intimida com os ataques pessoais aos seus dirigentes.

Como acima referimos, “Quem não deve não Teme”!

Se a Câmara e o seu presidente estão à vontade, aceitem o nosso desafio.

Esposende, 18 de outubro de 2019.

O presidente da Comissão Política.
Tito Evangelista.

 

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados