Romaria de S. Bartolomeu do Mar

Romaria de S. Bartolomeu do Mar

- emCultura, Notícias
44
0

A Romaria de S. Bartolomeu do Mar, no concelho de Esposende, decorre entre 15 e 24 de agosto. Os devotos recorrem à proteção do Apóstolo e Mártir S. Bartolomeu para protegerem as crianças dos medos, problemas de gaguez e fala, epilepsia cumprindo a promessa: oferecer uma galinha preta e tomar o banho santo no oceano.

A multissecular romaria de S. Bartolomeu, em Esposende, já fervilha em S. Bartolomeu do Mar, que está a ultimar os preparativos para receber todos os devotos e visitantes que pretendam recorrer a proteção do seu Padroeiro, o Apóstolo e Mártir S. Bartolomeu.

Realmente, a partir do século XVI, os documentos atestam da importância e do valor desta romaria, não apenas pela quantidade de pessoas que a frequentavam, como pela enorme movimentação económica que a mesma produzia, sobretudo com a tradicional Feira do Linho. Ainda hoje, a pequena freguesia minhota mantem várias artérias com a designação toponímica que traduz esta realidade.

Reza a tradição que S. Bartolomeu é invocado pelos avós e pais para curar ou prevenir as crianças em idade escolar de várias maleitas, nomeadamente, dos medos, problemas de fala e gaguez, epilepsia e gota. Para tal, os devotos de vem cumprir a promessa que consiste em dois rituais, a saber, oferecer uma galinha preta ao santo e tomar o banho santo no mar. Assim, as crianças e os progenitores devem dar três voltas à igreja a rezar, transportando a criança a galinha ao colo. Depois deve passar três vezes por baixo do andor do S. Bartolomeu e, no final, oferece o galináceo ao santo, através da Comissão de Festas. Depois, há que se deslocar à praia para tomar o banho santo, dado por um banheiro local. Segundo a tradição, o mergulho nas águas do oceano deve ser sempre em número ímpar de três, cinco, sete ou nove. Por norma, três mergulhos são suficientes para cumprir o ritual. É de referir que no final da procissão, os galináceos são vendidos em leilão, revertendo a receita para a Comissão de Festas.

 

Colaborador: Sampaio Azevedo

 

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados