Município de Esposende quer garantir acesso a medicamentos pelos mais carenciados

Município de Esposende quer garantir acesso a medicamentos pelos mais carenciados

- emLocal, Notícias
3
0

De acordo com deliberação aprovada em reunião do executivo, o Município de Esposende vai estabelecer um protocolo de colaboração com a Associação Dignitude, IPSS, no sentido de garantir a disponibilização de medicamentos a pessoas do concelho em situação de carência económica.

Em causa está a adesão ao Programa abem: Rede Solidária do Medicamento, que tem por objetivo garantir o acesso a medicamentos comparticipados prescritos por receita médica, por parte de qualquer cidadão que se encontre numa situação de carência económica. Podem, assim, beneficiar deste apoio os indivíduos beneficiários de prestações sociais de solidariedade, como também todos os que se deparem com uma situação inesperada de carência económica decorrente de desemprego involuntário ou de doença incapacitante, entre outras situações.

Através desta parceria, o Município assegura uma comparticipação financeira anual de 5 mil euros, correspondente a 100 euros por pessoa, sendo que, caso este valor não cubra o valor total da medicação, a Associação Dignitude assegura o restante montante, através do fundo do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento.

A integração neste programa obedece a um conjunto de critérios, entre os quais a avaliação socioeconómica dos candidatos. A apresentação de candidaturas poderá ser efetuada no Serviço de Ação Social do Município, sito na Rua dos Bombeiros, n.º 51, em Esposende, ou através do e-mail accaosocial@cm-esposende.pt.

O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, sublinha que “este constitui mais um importante passo para a concretização das políticas de coesão social que o Município se encontra a promover”. Benjamim Pereira clarifica que “no contexto das políticas de reforço da solidariedade e coesão social, a Câmara Municipal de Esposende tem vindo a implementar respostas eficazes e eficientes para os problemas que vão sendo identificados, assegurando a inclusão e a igualdade social através de programas de apoio à infância, à juventude, à terceira idade e aos mais desfavorecidos”.

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados