Município de Esposende estabelece parceria com Universidade Católica Portuguesa

Município de Esposende estabelece parceria com Universidade Católica Portuguesa

- emEducação, Notícias
15
0

O Município de Esposende procedeu, hoje, à assinatura de um protocolo de colaboração com a Universidade Católica Portuguesa (UCP) – Centro Regional do Porto com vista à formação e capacitação/qualificação dos profissionais e dirigentes das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho.

Em causa está uma Pós-Graduação em Gestão de Organizações de Economia Social, que integra 4 módulos (Sustentabilidade das Organizações; Gestão Estratégica de Pessoas; Contabilidade, Fiscalidade e Enquadramento Jurídico; Auditoria e Trabalho de Projeto) e 19 unidades curriculares, num total de 270 horas de formação.

Trata-se da primeira formação “fora de portas” da Universidade Católica, uma Pós-Graduação que já vai na sétima edição e que tem sido bem-sucedida, na medida em que corresponde às necessidades das organizações, como referiu Américo Mendes, Diretor da Pós-Graduação e Coordenador da ATES – Área Transversal de Economia Social da UCP Porto. Este responsável realçou a dinâmica do trabalho em rede em Esposende e frisou que o objetivo é “ir para além das aulas”, tirando partido do trabalho existente e do conhecimento mútuo.

Salientando que o Município é pioneiro no estabelecimento deste tipo de parceria possibilitando o acesso gratuito à formação de dirigentes de IPSS’s, a Presidente do Centro Regional do Porto da UCP, Isabel Braga da Cruz, enquadrou este protocolo na estratégia de consolidação da Universidade Católica com o exterior, manifestando a expetativa de que esta colaboração possa ter continuidade. Isabel Braga da Cruz realçou a mais-valia desta Pós-Graduação para as organizações e deixou um agradecimento público a todos quantos se envolveram na concretização desta formação no concelho de Esposende, nomeadamente à Câmara Municipal. Concluiu com votos de que a iniciativa seja um sucesso.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, referiu que este protocolo decorre da estratégia de desenvolvimento do concelho delineada pelo Município, que engloba o estabelecimento de parcerias com unidades de ensino superior, como sucedeu já com a Universidade do Minho, IPCA e ISAVE.

Relativamente a esta Pós-Graduação, Benjamim Pereira refere que vem ao encontro de uma “necessidade premente da rede social do concelho”, traduzindo-se numa mais-valia para as instituições, na medida em que contribui para a valorização dos seus dirigentes e técnicos.

Aludindo ao caminho percorrido ao longo dos anos no plano social, o Presidente Benjamim Pereira salientou a evolução registada, nomeadamente no que se refere a respostas sociais. Em jeito de reflexão, considerou que, no que se refere às IPSS’s, hoje as exigências são diferentes, nomeadamente no que se refere à gestão, pelo que há uma tendência para a “profissionalização dos dirigentes”, até pela dificuldade em encontrar voluntários para ocupar tais cargos.

Benjamim Pereira referiu que o Município suportará os encargos com esta Pós-Graduação, num montante que rondará os 35 mil euros, clarificando, contudo, que estes custos poderão ser minimizados através da captação de financiamento ou de mecenato. “Temos recursos limitados, mas muita ambição” concluiu.

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados