Município apoia Bombeiros de Esposende e de Fão

Município apoia Bombeiros de Esposende e de Fão

- emLocal, Notícias
6
0

De acordo com deliberação aprovada em reunião do executivo, por unanimidade, a Câmara Municipal de Esposende aprovou a concessão de um apoio financeiro, no montante de 17 500 euros a cada uma das corporações de bombeiros voluntários do concelho, designadamente Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende e Benemérita Associação dos Bombeiros Voluntários de Fão.

Em causa está o apoio à missão dos soldados da paz no plano da Proteção Civil e o serviço que prestam ao nível da prevenção, proteção e socorro e reposição da normalidade da vida das pessoas em áreas afetadas por acidentes e catástrofes.

Esta verba, que o Município tem vindo a atribuir anualmente, configura um dos diversos apoios municipais concedidos às duas corporações concelhias. Com efeito, a autarquia, dentro da sua disponibilidade financeira, tem comparticipado financeiramente a aquisição de viaturas e de outros equipamentos e a requalificação das instalações dos bombeiros, para além de atender a outras solicitações.

A Câmara Municipal assume igualmente todos os encargos financeiros relativos aos seguros de acidentes de trabalho, frota automóvel, responsabilidade civil de transporte de doentes e de embarcações das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho, num investimento anual global de 18 745 euros.

Referência também para a recente criação de duas Equipas de Intervenção Permanente (EIP) no concelho, que implica uma comparticipação anual do Município de 70 000 euros (35 000 euros a cada corporação). As EIP são equipas profissionalizadas compostas por cinco elementos e visam assegurar, em permanência e em prontidão, as missões de proteção civil e de socorro às populações, designadamente no combate a incêndios, socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes, bem como o socorro a náufragos, socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar, não podendo substituir-se aos acordos com o instituto nacional de emergência médica. As EIP atuam, ainda, na minimização de riscos em situações de previsão da ocorrência de acidente grave e colaboração em demais atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

Refira-se, ainda, que o Município tem também estabelecidos com os Bombeiros de Esposende e de Fão protocolos de cooperação, respetivamente para as áreas da formação e para a recolha e transporte de animais errantes feridos, que implicam a respetiva comparticipação financeira.

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados