Memorias de Mar revividas

Memorias de Mar revividas

- emCultura, Notícias
15
0

“S. Bartolomeu do Mar é uma freguesia pequena, mas enorme no que diz respeito à defesa e valorização do seu património”, referiu a Vereadora da Educação e Cultura, Angélica Cruz, na palestra “Memórias de S. Bartolomeu do Mar”, que decorreu na sexta feira, no Centro Social da Juventude de Mar.

Integrada nas comemorações do Ano Europeu do Património Cultural, a iniciativa foi promovida pela Câmara Municipal de Esposende, em colaboração com o Centro Social da Juventude de Mar e contou com as intervenções de Orlando Capitão e Maranhão Peixoto.

A palestra constou da apresentação do filme “S. Bartolomeu do Mar: Realidade e Imaginário”, do Centro Social da Juventude de Mar e com realização de Maranhão Peixoto. Neste filme os presentes visionaram a realidade da freguesia há vinte anos nos seus diferentes vetores, nomeadamente, as atividades praticadas e o modo como se praticavam, assim como as tradições da época, com destaque para a Romaria de S. Bartolomeu do Mar.

Na segunda parte, assistiu-se a uma “Entrevista à Igreja Velha”, ex-libris da localidade e um dos monumentos mais importantes da sua história e antiga igreja paroquial. Neste entrevista inédita e muito “sui generis”, Maranhão Peixoto foi o entrevistador e Orlando Capitão o entrevistado, onde se relatou todo o percurso histórico e vicissitudes daquele monumento, que no seu interior também funcionou, como era hábito na altura, como local de enterramento dos mortos.

Orlando Capitão, referiu, ainda que a freguesia com este documentário e com os três volumes das “Memórias de S. Bartolomeu do Mar” tem “um excelente, magnífico e otimo registo das suas tradições e vivências”.

A Vereadora Angélica Cruz lembrou que a iniciativa “A Descoberta de…” foi uma forma de a autarquia comemorar o Ano Europeu do Património Cultural, tendo a mesma sido lançada em todas as freguesias do concelho.

A Vereadora deu os parabéns aos presentes, em grande número, tendo salientado a necessidade de se “olhar com muito respeito para todo o nosso património”. Deu, ainda, os parabéns ao Centro Social de Mar pelo “excelente trabalho” que tem vindo a desenvolver neste capítulo.

E rematou referindo que “S. Bartolomeu do Mar é uma freguesia pequena, mas enorme no que diz respeito à defesa e valorização do seu património”.

No final, cantaram-se os parabéns ao Dr. Orlando Capitão pelos seus 90 anos acabados de fazer.

Colaborador: Sampaio Azevedo

 

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados