Hernâni Zão Oliveira desafia esposendenses a inovar em Saúde com o Projeto Âmago

Hernâni Zão Oliveira desafia esposendenses a inovar em Saúde com o Projeto Âmago

- emEducação, Notícias
28
0

O mentor da iniciativa é Hernâni Zão Oliveira, investigador da Universidade do Porto e co-fundador do Laboratório de Criação para a Literacia em Saúde (LACLIS). Natural de Esposende, desde cedo alimentou o sonho de criar um grande projeto de impacto social no concelho.

“Ao longo do meu percurso académico e profissional tenho desenvolvido vários projetos na área da Literacia em Saúde e Novos Media e há muito que anseio desenvolver um projeto de âmbito social, com impacto em Esposende.”, afirma Hernâni.

É neste contexto que surge o Projeto Âmago – Rede de Colaboração Intergeracional de Inovação para a Saúde, uma iniciativa que está a concorrer ao Orçamento Participativo Jovem, pelo distrito de Braga.

O projeto pretende ligar os municípios de Esposende, Matosinhos e Porto à Universidade da cidade Invicta, através da criação de uma plataforma que permita identificar soluções inovadoras na área da Prevenção e Comunicação em Saúde. Deste modo, jovens e seniores dos referidos concelhos são convidados a detetar necessidades e propor soluções para aumentar o conhecimento da população sobre saúde.

A criação de uma rede de parcerias entre escolas de ensino básico e secundário e organizações recreativas seniores dos concelhos já citados vai permitir o estabelecimento de laboratórios colaborativos que possibilitem a discussão de problemas existentes na área da Prevenção e Comunicação em Saúde.

“Queremos envolver as escolas, as IPSS e as associações recreativas neste projeto, porque achamos que têm uma ligação mais próxima à sociedade”, afirma Hernâni Zão Oliveira.

Utilizando um conjunto de diferentes abordagens criativas, onde se destaca a metodologa Biodesign – validada pela Universidade de Stanford, jovens e seniores são convidados a detetar necessidades, analisá-las desconstruí-las e propor soluções para aumentar o conhecimento da população sobre saúde, especialmente em temas desafiantes e transversais para toda a sociedade. Serão utilizados formatos jornalísticos digitais por forma a disseminar as estratégias de atuação propostas.

Até dia 16 de Dezembro, jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos de idade vão poder expressar o seu voto, bastando para isso enviar uma SMS gratuita para o número 4310, inserindo o código do projeto (196), espaço, seguido do número de identificação civil completo. Por exemplo: 196 (espaço) 1234567890ZY8.

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados