Esposende Ambiente apresentou contas à Câmara e Assembleia Municipal

Esposende Ambiente apresentou contas à Câmara e Assembleia Municipal

- emBreaking News, Local, Notícias
1
0

Cumprindo todas as formalidades legais, a Esposende Ambiente apresentou à Câmara e à Assembleia Municipal de Esposende, para conhecimento, o Relatório e Contas relativo ao ano 2018, que reflete a política de sustentabilidade, os objetivos estratégicos, assim como o exercício económico-financeiro da empresa municipal.

A Esposende Ambiente encerrou as contas de 2018 com a sua situação económico-financeira consolidada. O volume de negócios ultrapassou os 5 milhões de euros, o que traduz um aumento de cerca de 1, 32% face ao ano anterior, registando-se também o aumento do equilíbrio financeiro, na ordem dos 33 000 euros.

No ano em que ultrapassou os 20 000 utilizadores dos sistemas públicos de abastecimento de água, a empresa registou um aumento de 1,3% do número de utilizadores de água e de 3,7% das redes públicas de saneamento. Refira-se que a empresa mantém inalteradas, desde 2011, as tarifas de água, garantindo também as tarifas sociais para famílias numerosas, que se constitui como apoio social e familiar.

O ano 2018 marca a conclusão e incremento de novas empreitadas de infraestruturação de água, saneamento e águas pluviais, para aumentar os níveis de eficiência e cobertura da população, nomeadamente na Avenida de S. Martinho – Gandra, na Rua Serpa Pinto – Fão, Lugar de Outeiro – Marinhas, no Lugar do Monte – Marinhas e na Rua de Vilar – Curvos, e na Beneficiação da Praceta 1.º de Maio – Gandra, totalizando um investimento financeiro de cerca de 915 000 euros.

Ao nível do fornecimento de bens e dos serviços prestados, assim como da eficiência administrativa interna, destaque para a manutenção da certificação em Qualidade, Ambiente, Segurança e Saúde no trabalho e Responsabilidade Social.

Relativamente ao Plano de Segurança da Água, em 2018, a qualidade da água para consumo humano manteve o patamar de excelência, que se traduziu num nível de cumprimento dos parâmetros legais de 100%, tendo sido reconhecida pela entidade reguladora com o respetivo selo de qualidade. Paralelamente, foi feita uma fiscalização ambiental proativa e sensibilizadora para as boas práticas nesta matéria, assim como esclarecedora das consequências de comportamentos irregulares ou ilegais.

Sendo uma empresa cujas competências se centram na área do Ambiente, a promoção da sustentabilidade ambiental é assumida como de especial relevo e permite-se avaliar por critérios de eficiência na utilização dos recursos ambientais e de eficiência na prevenção da poluição, minimizando os impactes ambientais adversos de forma a não comprometer gerações futuras. Neste âmbito destaca-se todo o trabalho que tem sido realizado na área da recolha e deposição de resíduos urbanos e a limpeza e higiene pública, no planeamento e execução de espaços verdes públicos e infraestruturas associadas. Em 2018, registou-se uma diminuição da recolha de resíduos indiferenciados de 3,6%, sendo que a recolha seletiva de resíduos aumentou cerca de 6,2%.

A Esposende ambiente garantiu a manutenção dos galardões da Bandeira Azul (4), da Qualidade de Ouro (6) e de Praia Acessível (2) nas suas zonas balneares, tendo conquistado o galardão de Município de Mais Azul, da Associação da Bandeira Azul da Europa, decorrente das excelentes práticas de Educação Ambiental.

Estes resultados demonstram o equilíbrio alcançado entre as vertentes económico-financeira, social e ambiental, contribuindo para o desenvolvimento do concelho, para a melhoria da qualidade de vida de toda a população e para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) projeto que a Esposende Ambiente se propôs implementar conjuntamente com o Município de Esposende.

Comentários Facebook

Comentários

 

Artigos relacionados